faixa de inverno

por ajcmrl

a calcinha no assoalho é o que denota o desejo que eu não tinha vontade de contar

eu falava de ternura pra te conquistar, mas se na troca de felicidade a gente escorrega no que sente, meu bem, talvez eu pudesse escutar o coração tentando repor

tirar uma peça do corpo é primeiro detalhe de quem chega no teatro e acha que tá lá pra ver peça bem ensaiada, mas aí repara que veio pro lugar errado, porque a desordem de borboleta de estômago tá mais pra arrepio que mede o milímetro do corpo

essa desordem do concerto não é nada familiar, porque família a gente carrega a vida inteira e calcinha no chão é coisa de espetáculo
a gente sabe que espetáculo não dura e funciona de luz apagada

eu não sei o que deu errado pra acenderem a luz tão cedo assim e desconfundirem o sentimento
as cadeiras tem jeito certo de estarem desarrumadas e eu não vesti a calcinha a tempo

Anúncios